Marian Chase

Uma das primeiras dançoterapeutas foi Marian Chase. Toda a vida foi atleta de natação mas um acidente, que lhe provocou graves lesões na coluna levaram o médico a aconselhar-lhe a prática da dança. Marian Chase começou a fazer dança numa escola que se dedicava essencialmente à dança moderna. Foi aí que se formou, em 1942. Trabalhou, com doentes psicóticos, em diversos hospitais psiquiátricos. Nesta altura utilizava a dança improvisada como processo terapêutico. Marian Chase dizia que a actividade motora deve operar inconscientemente para expressar emoções. Ela acreditava que todos os doentes tinham grandes intenções comunicativas e a partir dessa crença elaborou uma metodologia própria (que ainda hoje é seguida por vários dançoterapeutas). Esta metodologia tem por base quatro grandes classificações (Oliveira, 2009):

– Acção do corpo – através do desenvolvimento da mobilidade, reconhecimento das partes do corpo, padrões de respiração e áreas de tensão que bloqueiam a expressão emocional;

– Simbolismo do Movimento;

– Relacionamento terapêutico pelo movimento – como o terapeuta percebe, reflecte e responde ao movimento do cliente através das suas próprias interacções vocais e em movimento;

– Actividade rítmica de grupo – onde são desenvolvidas respostas emocionais que preparam a pessoa para experiências de mudança.

Toda a sua obra foi de elevada importância na evolução da Dançoterapia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s